Posts

28 de janeiro de 2021

Nesta terça-feira, 26, o presidente da OAB/ES José Carlos Rizk Filho, que está com covid-19, afirmou em suas redes sociais que participaria de uma audiência trabalhista “direto do hospital com oxímetro na mão”, após o pedido de adiamento ter sido negado pelo desembargador Gerson Fernando da Sylveira Novais, do TRT/ES, sob a justificativa de que existiria outro advogado para atuar em defesa da parte.

(Imagem: Reprodução)
Inicialmente, pedido de adiamento havia sido negado e José Carlos Rizk Filho afirmou que participaria diretamente do hospital.

Após a negativa, o advogado fez uma petição requerendo a dispensa do uso de terno para a realização da sustentação oral, “uma vez que o patrono a realizará provavelmente em ambiente hospitalar, não sendo possível fazer uso do traje social usual aos advogados”.

Nas redes sociais, José Carlos contou o caso e afirmou: “impressionante até aonde pode chegar o poder na cabeça de alguns homens”.

(Imagem: Reprodução)

Já na quarta-feira, 27, que seria o dia da audiência, Gerson Fernando da Sylveira Novais declarou-se suspeito, por motivo de foro íntimo, e, com isso, o processo será distribuído a outro magistrado da Corte.

Com o novo desfecho, ainda não há uma nova data definida para a audiência acontecer.

Fonte: TRT/ES,