Os Juizados Especiais Cíveis dos aeroportos de São Paulo registraram uma queda de 32% no número de atendimentos e reclamações no primeiro semestre de 2013, na comparação com o mesmo período do ano passado.

Já no país, houve crescimento de 43% nas reclamações, segundo o Conselho Nacional de Justiça. Ao todo, os aeroportos brasileiros registraram 13.636 queixas de passageiros.

Em São Paulo, segundo o Tribunal de Justiça, foram feitos 2.051 pedidos de orientação e 817 reclamações no aeroporto internacional de Guarulhos e em Congonhas.

Em 2012, houve 3.023 atendimentos e 1.228 reclamações.

Os principais assuntos foram falta de assistência e de informação, atraso e cancelamento de voos, problemas com bagagem e overbooking.

O número de conciliações ainda é pequeno. Em Guarulhos, foram registrados 101 acordos entre empresas e passageiros, para 676 reclamações. Em Congonhas, houve 34 acordos para 141 queixas.

Os passageiros podem procurar os juizados em até 24 horas do ocorrido para tentar um acordo com as empresas.

Fonte: FOLHA DE S. PAULO – COTIDIANO

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.