O Brasil não terá laboratório nacional credenciado para fazer exames antidoping a tempo da Copa do Mundo. O Ministério do Esporte tenta, agora, fazer com que o Ladetec – fora do jogo desde agosto – esteja apto pelo menos nas Olimpíadas de 2016.

Ficou decidido, em reunião semana passada, no Canadá, levar à Fifa proposta de parceria com laboratórios internacionais – para exames de sangue e urina na Copa.

Fonte: O Estado de São Paulo

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.