O dinheiro será usado na produção de automóveis, caminhões, colheitadeiras, autopeças e motores no país.

A Fiat anunciou um novo plano de investimentos no Brasil, com aplicação de R$ 15 bilhões até 2016. Parte do dinheiro — R$ 9 bilhões — faziam parte do plano anterior, de 2011 a 2014, e foram somados a R$ 6 bilhões adicionais. O dinheiro será usado na produção de automóveis, caminhões, colheitadeiras, autopeças e motores no país.

O novo plano foi apresentado nesta segunda-feira pelo presidente mundial da Fiat Chrysler e da Fiat Industrial, Sergio Marchione, e pelo presidente da Fiat Chrysler na América Latina, Cledorvino Belini, à presidente Dilma Rousseff, em reunião que durou cerca de uma hora e meia.

Parte dos recursos serão investidos na construção e ampliação de fábricas no Brasil. Estão incluídas a unidade de produção de automóveis em Goiana (PE), que deverá produzir até 250 mil unidades por ano, a partir do começo de 2015, e a fábrica da Iveco em Sete Lagoas (MG) que, além de caminhões Magirus, vai montar veículos de defesa.

As fábrica de tratores em Curitiba será ampliada e a unidade de automóveis de Betim (MG) terá a capacidade de produção ampliada de 800 mil unidades por ano para 950 mil unidades por ano até 2014.
Além da expansão da capacidade produtiva e construção de novas fábricas, os R$ 15 bilhões englobam investimentos em inovação, desenvolvimento de novos produtos e tecnologias. Serão usados também na melhoria de processos logísticos e de manufatura. A holding estima que os investimentos vão gerar 7,7 mil novos empregos diretos e 12 mil indiretos no Brasil. A Fiat é a maior fabricante brasileira de automóveis. O Brasil é o centro da divisão latino-americana do grupo.

Fonte: Zero Hora

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer juntar-se a discussão?
Deixe seu comentário!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.